O Massacre de Pau D’ Arco – Pará, Mais Detalhes Cruéis e Desumanos

Dermi Azevedo – Editor e Jornalista Responsável

A investigação paralela do massacre de 10 trabalhadores rurais sem terra, em   Pau D’ Arco – Pará, revelou que o crime foi premeditado e planejado com uma serie de detalhes cruéis e desumanos. Em primeiro lugar, os lavradores foram capturados um por um, sendo levados ate uma área desconhecida, onde foram submetidos a tortura e a outros maus tratos, um por um dos mortos foram trazidos em cima de um caminhão e foram jogados na área central da fazenda.

Desaparecidos
um numero incerto de trabalhadores continua desaparecido e estão sendo procurados pelas autoridades. Dos 10 mortos reconhecidos ate agora, sete pertenciam à mesma família, o comando geral do assassinato coube a um coronel da policia militar do estado do Pará. Dentro de um mês aproximadamente, os primeiros resultados deverão ser anunciados. ONGs de direitos humanos, comissões parlamentares e a policia federal, além das policias estaduais, fazem mais uma busca especifica dos desaparecidos. O local do crime foi descaracterizado.
Outros Casos
Segundo o deputado estadual Carlos Bordalo, do PT/Pa, o que houve na fazenda Santa Lucia ” não foi um confronto, mas sim uma barbárie”
Outros casos ocorridos no Pará ainda continuam sendo objeto de investigações nacionais e internacionais. São eles os assassinatos da religiosa católica, irmã Dorothy Stang que veio dos Estados Unidos para trabalhar com crianças pobres do Pará e do casal de ambientalistas José Claudio e Maria do Espirito Santo, assassinados em 2011.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *